terça-feira, 24 de abril de 2012

Em Garanhuns 41% não mudam voto a pedido do governador

Eduardo Campos
Blog do Magno Martins

Diante do fato de o prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado (PSB), ter transferido o seu domicílio eleitoral para Garanhuns e ali se apresentar como o candidato do governador Eduardo Campos (PSB), o Instituto Opinião quis saber se o eleitor que não se estimula, hoje, a votar em Dourado, com apenas 1,8%, atenderia um pedido do governador. Dos entrevistados, 41,2% disseram que a influência do governador não pesa.

Já os que disseram que aumentaria muito uma mudança de postura são da ordem de 22,8%, enquanto 13,4% afirmaram que “aumentaria pouco”. Entre os que foram ouvidos, 7,6% disseram que diminuiria muito a vontade de trocar de candidato e 1,8% diminuiria pouco, enquanto 13,2% não souberam responder.

Entre os eleitores que disseram que não mudariam o voto de jeito nenhum, mesmo para atender a um pedido do governador, os que se apresentam com mais convicção são os com renda acima de cinco salários (62,4%), os que têm nível superior (53,15), os que se situam na faixa etária de 45 a 59 anos (49,4%) e entre os eleitores de sexo masculino (42,7%).

Já os eleitores que manifestaram o desejo de mudar o voto para atender ao governador os maiores percentuais se situam entre os com renda até um salário (30,9%), entre os com grau de instrução até a 4ª série (29,3%) e entre os eleitores na faixa etária de 25 a 34 anos (27,2%).

Foram ouvidos 500 eleitores em Garanhuns, entre os dias 18 e 19 deste mês. A margem de erro é de 4,4% para mais ou para menos. O registro no TRE recebeu o número 00015-2012. Os números de intenção de voto para prefeito foram postados ontem. O deputado Izaías Régis (PTB) lidera  com 27% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito de Caetés, Zé da Luz (PHS), com 20.8% e Aurora Cristina (PSDB,) que apareceu com 9.6%.

Dimas Carvalho (PCdoB) vem em seguida com 6,2%. Também aparecem Sivaldo Albino (PPS) com 5,2%, Rosa Quidute (PT) 4,2%, Paulo Camelo (PSOL) com 2,8%, Júlio César (PDT) com 2% e Antônio João Dourado (PSB), o candidato do governador Eduardo Campos, com apenas 1,8%. Brancos e nulos somam 7,6% e indecisos

As entrevistas com os moradores da zona urbana foram realizadas nos seguintes bairros: Aloísio Pinto, Boa Vista, Brasília, COHAB I, Dom Hélder Câmara, Dom Thiago Postman, Francisco Figueira, Heliópolis, José Maria Dourado, Loteamento São Carlos, Magano, Massaranduba, Novo Heliópolis, Parque Fênix, Centro/Santo Antônio, São José e Severiano Morais Filho. E com os moradores da zona rural das seguintes localidades: Iratama, Miracica, São Pedro, Baixa da Telha e Estrela.

Um comentário:

  1. É preocupante para o Governador que é admirado pela nossa cidade e mereceu mais de noventa por cento da votação de nossa gente, verificar que nas pesquisas anteriores 62% do eleitorado desejava votar num candidato indicado por ele e, agora, por conta de um despreparado que vive falando em seu nome e comprometendo o prestígio do seu governo, esse percentual caiu para quase a metade, ou seja 36,2, de acordo com a pesquisa divulgada pelo blog de Magno. Nessa pisada, AJD só vai receber o voto dos canibais.

    ResponderExcluir